Bem vindos ao mundo existencialista

Espero compartilhar com vocês a riqueza do mundo existencialista!

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Resgatando a mulher selvagem

"Resgatando a mulher              selvagem" 


 Com base na obra “Mulheres correm com os lobos”  e através de contos e histórias de vários povos, a psicóloga Vanessa Maichin conduz um grupo destinado a mulheres que almejam resgatar sua essência feminina e selvagem. Partindo da idéia de que as mulheres têm uma natureza selvagem, criativa e profunda, esquecida por séculos de condicionamento social e repressão, o grupo visa trazer à tona a essência da feminilidade saudável, vigorosa e bela, que habita no íntimo de todas nós. E através desse processo, propiciar o autoconhecimento, estimular a auto-estima, e alcançar o que o existencialismo chama de autenticidade. “A compreensão dessa natureza da Mulher Selvagem não é uma religião, mas uma prática. Trata-se de uma psicologia em seu sentido mais verdadeiro, um conhecimento da alma. Sem ela, as mulheres não têm ouvidos para ouvir o discurso da sua alma ou para registrar a melodia de seus próprios ritmos interiores. Sem ela, a visão íntima das mulheres é impedida pela sombra de uma mão, e grande parte de seus dias é passada num tédio paralisante ou então em pensamentos ilusórios. Sem, ela as mulheres perdem a segurança do apoio da sua alma. Sem ela, elas se esquecem do motivo pelo qual estão aqui; agarram-se às coisas quando seria melhor afastarem-se delas. Sem ela, elas exigem demais, de menos ou nada. Sem ela, elas se calam quando de fato estão ardendo. A Mulher Selvagem é um instrumento regulador, seu coração, da mesma forma que o coração humano regula o corpo físico.” (Estés, C. P. 1994. p.23) 

Horários
aguarde nova data

Valor: 
290,00 à vista, ou
2 cheques de R$ 150,00 

Inscrição: R$ 30,00 A inscrição deverá ser realizada através de depósito bancário. Banco do Brasil. Agência: 1191-6 Conta Corrente: 14628-5 em nome de Vanessa Maichin. Para confirmar a inscrição, é necessário enviar um e-mail para vanessamaichin@gmail.com contendo nome, telefone, e-mail e comprovante do depósito. 

Local do encontro: Rua Teixeira da Silva, 329 - cj.31 - próximo à Av. Paulista - metrô Brigadeiro.

Maiores informações: Tel. 011/995685158 
E-mail vanessamaichin@gmail.com           

Depoimento das Mulhere Lobas de grupos anteriores:
“Querido grupo, vou me ausentar por um tempo, talvez meses, anos. Então vou aproveitar, neste último encontro, para falar de mim, porque agora tenho voz. Grupo, quando nos encontramos, haaaah pasmem... eu já tinha dor, eu já tinha angústia, eu já tinha falta... Ahh grupo, vou embora feliz porque saio daqui com a mesma dor que iniciei os encontros, mas agora sei o que fazer com ela. Vou embora com saudade; saudade não é falta, saudade é nossa alma dizendo pra onde quer voltar. Vou continuar a minha vida e não vou mais me ausentar (de mim)...” Loba D.L.G.L 

“Não é fácil percorrer os caminhos que nos levam para dentro de nós mesmos, mas também é certo que esta dificuldade é a força que nos transforma. Resgatar a loba me deu a oportunidade única de revisitar conceitos e pré-conceitos, de exercitar esta capacidade tão feminina que é a minha intuição, que se bem não estava tão adormecida, apenas a tinha um pouco desacreditada dentro de mim. Obrigada meninas por este momento transformador” Loba H.C. 

“Nestes tempos de reflexão e contato com o meu eu, pude perceber o quanto a troca, o falar, o pensar nos remete ao conforto e aos nossos sentimentos. Ser loba, ser autêntica, ser brava e até desejar o mal de alguém, querer justiça, isso é o natural e o melhor do humano. Autenticidade é algo que não tem preço e algo difícil no meio da sociedade, mas é a melhor recompensa para quem vive e a experimenta. Quando iniciei no grupo já sabia e imaginava que seria importante na minha vida porque tinha a necessidade de me conhecer cada vez mais e de ser eu mesma e não me importar por ser julgada por isso. Aprendi que ficar brava, nervosa, dizer não, ter raiva não é ser má, chorar não é ser fraca, mas é respeitar a si própria. Foi maravilhoso estes momentos e que já deixam saudades pela história que construímos e sei que nunca acabará. Que eu possa ter mais momentos como esses que tive aqui neste grupo. Com muita intensidade, aprendizado e acima de tudo A MULHER LOBA”. Loba A.B. 

“Mergulho em minha alma... encontro com minhas personas... separação do que é meu e do que é do outro... lidar com a angústia (com sentimentos) que não é minha... identificação, reencontro e aceitação do feminino dentro de mim... fortalecimento do meu eu... acolhimento e compreensão por parte das colegas e facilitadoras... aceitação de minha fragilidade... exercício de dizer não e colocar limites... fluidez e leveza...” Loba A.C.A. 

“Uma possibilidade de encontro... resgate de memórias... possibilidade de ver diferente aquilo que parecia mesmice... uma sala com muitos espelhos (as outras lobas)... caos e ordem... gratidão eu tenho por todas as lobas lindas e maravilhosas que pude encontrar nessa experiência...” Loba S.M.G.

3 comentários:

  1. Terá turma ainda para este ano?

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabiana, tudo bem?
    A próxima turma iniciará em agosto, teremos turmas às 2fs à noite e 3fs à tarde.
    Caso tenha interesse me envie um e-mail: vanessamaichin@gmail.com
    beijão

    ResponderExcluir
  3. Minha amada mestra, gostaria de ser avisada do próxima turma do grupo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...